Suas emoções: Quem controla quem?

Segundo estudo da Talent Smart, a Inteligência Emocional é uma habilidade responsável por cerca de 58% do seu desempenho profissional. E a pergunta é: Como você gerencia suas emoções? Quem controla quem?

Inteligência Emocional não envolve apenas fatores externos como lidar com conflitos, mas também características internas como motivação, entre outras.

Muitas pessoas dizem: não posso ficar ansioso, inseguro, irritado, com medo; como se pudesse repelir e acabar com estas emoções. Mas inteligência emocional não significa não sentir e sim responder com mais inteligência frente aos acontecimentos.

Você não consegue mudar os outros e até mesmo, certas situações, porém pode mudar a sua maneira de responder. Sempre é uma escolha sua a maneira de agir. Ainda assim, quando acredita que o outro esteja errado. A sua atitude determina o seu resultado.

Se você ignora o significado do que sente dizendo: não posso sentir medo, ele simplesmente toma conta de você. Isso ocorre porque a primeira parte do seu cérebro que recebe as informações são as amígdalas responsáveis pelo nosso lado emocional, vinculado ao instinto de sobrevivência. Caso ela sinta que está em perigo, vai dominar e te controlar.

Para você controlar suas emoções e não o contrário, você precisa compreender o que realmente sente e ocorre contigo. Entra em cena o autoconhecimento.

Se a emoção foi desencadeada é porque quer dizer algo. Com isso, vá fundo nessa descoberta, só não desista de você.

Investigue os seus padrões comportamentais, sua configuração mental. Analise suas crenças, saiba nomear o que sente. Medo, por exemplo, é algo muito grande. Se pergunte: medo de quê? Quando inicia? Por quê? E assim por diante.

Nós só controlamos aquilo que conhecemos, portanto seja aliado de suas emoções. Algumas sacadas para ajudar:

  • Tenha uma meta que queira muito conquistar. Assim, paramos de nos sabotar e nos movemos na direção do que desejamos;
  • Se não consegue mapear sozinho o que ocorre contigo, não tenha vergonha de buscar ajuda. Cursos, psicoterapia e outros caminhos como o Coaching podem te apoiar a direcionar sua jornada;
  • Reconheça sua história de sucesso. Você tem exemplos de situações positivas que se superou e pode ir além do que enfrenta hoje;
  • Entre em ação. Mais do que mapear mentalmente o que ocorre, experimente na prática novas atitudes. Você tem tudo para brilhar!

Empatia é uma ferramenta poderosa para a comunicação autêntica. Mas, será que você realmente sabe o que é e sabe utilizar? Veja esta sacada agora. Clique Aqui. 

Qual é o seu estilo de comunicação? Veja agora.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *