Não deixe o crítico sabotar o seu potencial.

Grande parte dos profissionais possui clareza de que tem pontos fortes e pontos a desenvolver. Com isso, a sua maneira, buscam o desenvolvimento de plano de ação para que isto não prejudique a sua carreira. Contudo, alguns profissionais possuem muita dificuldade de reconhecer seu bom trabalho, acreditando que sempre precisam crescer ainda mais e aquilo que deveria ser uma melhoria contínua passa a ser um sabotador crítico detonando o seu potencial.

Segundo Shirzad Chamine, autor do livro Inteligência Positiva, todos nós temos um sabotador crítico, ou seja, todos temos aquele dedo apontando para si, dizendo que não é bom suficiente.

Um sabotador é um mecanismo, muitas vezes inconsciente, que possui a função de nos proteger. Ele cria como um alerta para te sinalizar algo que pode vir a ser um desafio, mas muitas vezes, internalizamos, como algo 5x mais desafiador, nos amedrontando ou simplesmente paralisando.

O sabotador crítico nos sinaliza que podemos sempre continuar numa crescente, porém, podemos não valorizar as pequenas conquistas diárias e nunca podemos curtir ou simplesmente relaxar.

Esperamos sempre o big break, ou seja, um grande acontecimento para, aí sim, reconhecermos nosso bom desempenho e quando algo sai errado, elevamos a régua e nos culpamos, achando que é o fim do mundo.

A sacada é que devemos, sim, pensar na meta maior, mas no dia a dia devemos focar no processo, nos pequenos passos e precisamos ter protagonismo e resiliência para numa era exponencial que vivemos, onde tudo muda a cada dia, nos adaptar aos desafios.

Algumas dicas para você não deixar seu sabotador crítico detonar seu potencial:

  • Reconheça o seu bom desempenho nas pequenas atividades diárias. Não importa que é um relatório que você faz sempre, por exemplo. Valorize cada etapa onde tem a oportunidade de colocar em prática algo que você faz bem;
  • Resgate na sua história os momentos que sente orgulho. Faça uma linha do tempo com todos os pontos de sua vida pessoal e profissional onde conseguiu superar um desafio ou crescer com sua atitude;
  • Peça feedback para as pessoas sobre a transformação positiva que você causa na vida delas. As pessoas se conectam contigo por algo que você tem de único. Esteja aberto para esta troca;
  • Busque aprender com o erro, pois ele é uma grande oportunidade de gerar protagonismo. Mais do que se conectar com o erro é buscar soluções práticas para entrar em ação;
  • Curta a jornada. Confie que nem tudo está no seu controle e você dá o seu melhor. Tenha momentos onde possa celebrar e se divertir, assim tudo fluirá com mais clareza.
  • Busque canalizar esta energia do crítico em momentos prazerosos como fazer exercícios, estar com pessoas que ama e te fazem bem. Esta troca te retroalimenta para seguir adiante.
  • Confie no potencial de fazer a diferença. Quando damos nosso melhor com protagonismo, alinhado ao que acreditamos, nossos resultados crescem ainda mais.

Curtiu este post? Compartilhe com sua rede.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *