A força de um fracasso.

Levante a mão quem nunca desistiu de algo diante de um fracasso. Dói somente de ler a palavra, repleta de negatividade.

Errar, se dar conta que algo não saiu conforme o esperado, gera muita frustração e aciona a força do seu crítico interno.

Se não deu certo é porque não sou bom o suficiente ou merecedor. Conforme alimentamos estas crenças negativas, não percebemos que reforçamos um ciclo vicioso de não aprendizado e trava a evolução. Seus resultados vão cair e sua motivação também.

É desafiador quebrar este padrão, mas é diante de uma mudança de programação mental ou o que chamamos de mindset, que sua performance e resultados mudam completamente.

O primeiro ponto é você avaliar, qual a forma que enxerga o mundo. O que passa pela sua retina? Que tudo é mais difícil e erros são derrotas e sinais de não seguir adiante?

O segundo ponto é ressignificar o peso das coisas. O fracasso é algo sempre ruim, mas que tal mudar o significado para a oportunidade aprender e crescer ainda mais?

Quando encaramos o fracasso como um ajuste de percurso, muda toda a nossa programação mental. Dá mais leveza e abre-se o leque de possibilidades.

Após ressignificar, você precisa mapear no que é bom, os seus pontos fortes. Se autoconhecer te permite enxergar com clareza os seus motivadores e propósitos. O fracasso não será o ponto final, se você tiver uma meta forte que te mova. Se você quer muito alcançar um objetivo, um erro é apenas um sinal de algo que pode ser feito ainda melhor.

Muitas vezes, o fracasso é a mola que vai te impulsionar para o sucesso, é a virada de chave. Veja grandes nomes como Oprah, Walt Disney, Silvio Santos e outros tantos que estão perto de você. Que diante de um fracasso, encarou o desafio de frente, com a cabeça erguida e superou o seu maior obstáculo: a si mesmo.

O fracasso terá uma força que será definida de acordo com a sua visão de mundo e pode te paralisar ou mover. Para que tenha uma força positiva, seguem algumas dicas:

  1. Lembre-se de suas histórias de sucesso e superação. Você é seu maior exemplo;
  2. Troque o reclamar pelo agir. A ação gera os aprendizados e ajustes necessários para chegar mais perto do seu objetivo;
  3. Acredite que vai conseguir! Seja otimista e se visualize na conquista do que deseja;
  4. Encare o feedback como um aliado. Esteja aberto para melhorias;
  5. Diante de algo que o tire da sua zona de conforto, reforce internamente os seus talentos e que os desafios são possibilidades de atingir um novo patamar. Se chegou até você é porque está pronto!;
  6. Persistência! Sem vigilância e determinação, não vai persistir. Como diz a Dory, do filme Nemo: Continue a Nadar!

Curtiu este post? Deixe seu comentário! 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *